A IBF E A CATEGORIA DOS PESADOS NOS ANOS 90

Terceira parte da série em que analisamos o panorama da categoria dos pesados na década de 90.
Antonio Carlos Novais
Por Antonio Carlos Novais
Antonio Carlos Novais
Por Antonio Carlos Novais

a criação da ibf

Federação Internacional de Boxe (FIB) é uma das 4 principais organizações de boxe profissional, juntamente com a AMB, CMB e OMB.

Foi fundada em 1983, após Robert W. Lee, então presidente da Associação de Boxe dos Estados Unidos (USBA), não conseguir a presidência da AMB. Então, Lee e outros decidiram fundar outra organização de nível mundial. Inicialmente o novo grupo foi chamado de USBA-I, porém em 1984 o nome foi trocado pelo atual.

o panorama da categoria dos pesados nos anos 90

Houve períodos em que determinadas categorias tiveram a peculiaridade de ter um campeão unificado, mas via de regra, o mais comum é que cada entidade tenha o seu próprio campeão. No final dos anos 80, a categoria dos Pesados conheceu um campeão unificado na figura de Mike Tyson. Tyson se tornou campeão da WBC, IBF e WBA. (A WBO ainda era uma organização recém-criada e portanto, não tinha muito prestígio ainda).

Nos anos 90 porém, essa unificação deixou de ocorrer, e tivemos vários campeões nesse período, o que pode deixar algumas pessoas confusas sobre a existência de campeões simultâneos. Essa postagem serve para tentar esclarecer um pouco, e falaremos sobre os detentores do cinturão da IBF nesse período.

Em fevereiro de 1990,Tyson ao ser derrotado por Buster Douglas perde seus cinturões da WBC, IBF e WBA. Logo em sua primeira defesa de cinturão, meses depois Buster é derrotado por Evander Holyfield.

Como campeão unificado, Holyfield reinou de outubro de 90 até novembro de 92. Realizou 3 defesas de cinturão nesse período. Perde os cinturões em sua quarta defesa, contra Riddick Bowe.

E foi com Bowe que a categoria deixa de ter um campeão unificado.

Um mês após se tornar campeão, Bowe se recusa a enfrentar o desafiante número 1 da WBC, Lennox Lewis. E numa coletiva de imprensa, choca a todos ao abdicar do cinturão da entidade jogando-o no lixo. Bowe continua como campeão da WBA e da IBF. Os cinturões da WBA e IBF continuariam juntos durante um determinado período na década de 90.

Lewis se torna o mais novo campeão da WBC sem precisar subir ao ringue. Isso ocorre em dezembro de 92.

Bowe defende o cinturão de maneira bem-sucedida 2 vezes, contra Michael Dokes e Jesse Ferguson. Em 6 de novembro de 1993 sofre sua primeira derrota na carreira e a consequente perda dos cinturões para Evander Holyfield. Evander se sagra bicampeão dos pesados.

Porém, o segundo reinado de Evander teve curta duração. Logo em sua primeira defesa, ele perde por pontos para o canhoto Michael Moorer, em abril de 1994.

A exemplo de Evander, Moorer também reinou somente por alguns meses. Em 5 de novembro do mesmo ano, ele foi nocauteado pelo veteraníssimo “Big” George Foreman no décimo round. Foreman entrava para a história como o mais velho campeão dos Pesados.

Em seguida, Foreman se recusou a enfrentar o desafiante número 1 da WBA, Tony Tucker. E em 5 de março de 1995 o cinturão da entidade ficou vago. Foreman permaneceu como campeão somente pela IBF.

Em 22 de abril de 1995, Foreman defende seu título contra o alemão Axel Schulz, e vence por pontos numa decisão dividida. A IBF então determinou uma revanche imediata, mas Foreman se recusou e em 29 de junho de 1995 o título fica vago. Ele só seria preenchido em 9 de dezembro do mesmo ano, por François Botha, que havia vencido o mesmo Axel Schulz por pontos. Mas a coroa de Botha durou apenas 3 meses, em 27 de março de 1996 ele foi despojado do título ao ser pego no anti-doping após a luta contra Schulz.

Schulz recebeu uma nova oportunidade de disputar o cinturão, dessa vez contra Michael Moorer. E novamente perde, numa decisão dividida. A luta ocorreu no dia 22 de junho de 1996.

Moorer derrota Schulz e se torna campeão novamente pela IBF.

Como campeão Moorer realiza 2 defesas de cinturão bem-sucedidas: contra François Botha e Vaughn Bean.

E depois de mais de 2 anos, a oportunidade dos cinturões da IBF e da WBA se unificarem apareceu: Moorer e Holyfield (que se tornara campeão pela WBA após derrotar Tyson) lutaram pela unificação em 8 de novembro de 1997. Vitória tranquila de Holyfield.

Holyfield vinga a derrota sofrida por Moore e unifica os títulos da WBA e IBF.

De posse dos dois cinturões, Holyfield os defende com sucesso contra Vaughn Bean em setembro de 1998.

O que viria a seguir seria a oportunidade da categoria ter um campeão unificado desde o episódio Bowe x Lixeira. Holyfield enfrentaria Lennox Lewis (campeão pela WBC), tendo em jogo o cinturão das 3 entidades. O combate ocorreu no dia 13 de março de 1999. Porém, para frustração de todos, a luta terminou empatada na visão dos jurados.

Um novo encontro entre eles foi marcado, para o dia 13 de novembro do mesmo ano. Dessa vez, vitória de Lewis por pontos numa decisão unânime. Enfim, a categoria voltava a contar com um campeão unificado no final da década. Lewis seria o campeão unificado até abril de 2000. Mas isso é assunto para uma outra postagem.

Gostou? Compartilhe com os amigos!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

ROUNDS INSANOS recentes

Livros disponíveis na Amazon

kindle_unlimited_logo
Rolar para cima

Utilizamos cookies para lhe assegurar uma melhor experiência em nosso site. Ao continuar, você declara aceitar a Política de Privacidade e os Termos de Uso.