O FILME IMBATÍVEL E AS REFERÊNCIAS REAIS UTILIZADAS NO FILME

Longa de 2002 conta com referências reais bem interessantes do mundo do boxe. Venha conferir.
Antonio Carlos Novais
Por Antonio Carlos Novais
Antonio Carlos Novais
Por Antonio Carlos Novais

O imbatível é um filme americano sobre lutas de boxe na prisão, escrito, produzido e dirigido por Walter Hill e estrelado por Wesley Snipes e Ving Rhames. Foi lançado nos Estados Unidos em 23 de agosto de 2002.

O filme conta com algumas referências bem interessantes sobre o mundo real do pugilismo. Vamos a elas:

GEORGE “ICEMAN” CHAMBERS

Chambers é obviamente inspirado em Mike Tyson. No filme, o “Iceman” é o campeão invicto dos pesados, mas que perde o título ao ser julgado e condenado pela acusação de estupro por uma jovem stripper. Ele é condenado a cumprir pena em uma prisão de segurança máxima no deserto.

Em 1992, no auge de sua carreira, Tyson foi julgado e condenado a seis anos de prisão pela acusação de estupro da modelo Desireé Washington. Ele cumpriu pena numa penitenciária em Indiana, e foi solto por bom comportamento menos de três anos depois, em 1995. No mesmo ano ele retornou aos ringues e logo depois se tornou bicampeão dos pesados.

Uma coisa interessante: o filme se recusa a dizer se o boxeador campeão foi realmente culpado. “É absolutamente ambíguo neste filme, ambíguo no sentido de que é muito claro que ele acredita ser inocente. Também é absolutamente claro que a mulher envolvida acredita ter sido abusada e estuprada. . . Se você quer saber do que eu suspeito, suspeito que ambos estão certos. Tem a ver com termos diferentes, valores diferentes e compreensão diferente do compacto básico quando homens e mulheres vão juntos para a cama.”. Essa foi a declaração do diretor do filme, Walter Hill.

Tyson jura de pés juntos até hoje, que ele nunca estuprou Desireé. Em sua autobiografia, logo na introdução, ele faz questão de frisar que se considera inocente dessa acusação.

O ESTILO DE LUTA DE CHAMBERS

No filme, Chambers é comparado aos grandes nocauteadores da história dos pesados, como: Jack Dempsey, Joe Louis e Joe Frazier.

Outra observação interessante sobre o estilo do “Iceman” é feita pelo mafioso presidiário Ripstein:

“Você já passou do seu auge. Não balança mais a cabeça pra desviar dos socos. Tenta finalizar as lutas com apenas um golpe. Tenho certeza de que o campeão daqui pode dar conta de você”.

Essa crítica era a mesma feita a Tyson, anos após se tornar campeão. Inicialmente, seu estilo era conhecido como “peak-a-boo”, onde pendulava e balançava constantemente a cabeça enquanto entrava no raio de ação dos seus rivais, e daí lançava poderosas combinações de socos. Aos poucos, porém, ele foi utilizando cada vez menos essas técnicas.

MENDY RIPSTEIN

O mafioso que cumpre prisão perpétua e que é um grande apaixonado por boxe lembra alguns figurões da máfia que controlavam o boxe nas décadas de 40 e 50. Sobretudo o mais famoso deles, Frankie Carbo, o homem mais poderoso do boxe nessa época, responsável por agenciar (através de “laranjas”) os grandes nomes do boxe.

Frank Carbo, o homem mais poderoso do boxe na década de 50.

No filme, Ripstein “mexe os pauzinhos” para que Chambers possa enfrentar o campeão da penitenciária,Monroe Hutchen, personagem vivido por Wesley Snipes.

AS REGRAS DE LONDRES

No filme, após acertar a luta entre Chambers e Monroe, Ripstein determina que a luta ocorrerá sob as regras de London Prize.

Mas o que seria isso?

Incialmente o boxe era praticado com as mãos nuas, sem luvas, e era muito mais brutal e perigoso do que é hoje.

O boxe teve sua origem na Inglaterra, durante o século XVIII, quando o esporte era praticado com as mãos nuas. O primeiro campeão de boxe com as mãos nuas foi o inglês James Figg, que deteve seu título de 1719, até a sua aposentadoria, em 1730.

As regras que se aplicavam ao boxe com as mãos nuas eram conhecidas como as Regras de London Prize, tendo estas sido promulgadas em 1838 e, mais tarde, revisadas em 1853. Por sua vez, essas regras foram inspiradas nas Regras de Broughton, que vigoravam desde 1743.

De acordo com as regras, as lutas eram praticadas com as mãos nuas, não havendo um limite pré-determinado de assaltos antes do início de um combate. Os rounds eram terminados quando um lutador era derrubado ao chão, quando então se lhe permitia um descanso de trinta segundos, e mais oito segundos adicionais para que retornasse à linha de combate (em inglês: scratch line), que literalmente era uma linha rabiscada no centro do ringue.

O vencedor de um combate era proclamado quando seu oponente não tivesse condição de retornar à linha de combate. Alternativamente, uma luta poderia terminar empatada, caso ambos os lutadores, de comum acordo, decidissem por esse resultado. Rixa na plateia e intervenção da polícia também podiam ser razões para que uma luta acabasse sendo paralisada.

As lutas com as mãos nuas foram gradativamente abandonadas após a formulação das Regras do Marquês de Queensberry, que a partir de 1885, passaram a determinar as regras do boxe moderno.

No filme, Ripstein é convencido a permitir que os pugilistas usem luvas, pois havia o risco de uma lesão nas mãos interromper precocemente a luta, mas as demais regras sobre a inexistência de rounds e o tempo para se recuperar após o knockdown permanecem.

O PROGRAMA DE BOXE NAS PENITENCIÁRIAS AMERICANAS

No filme, Monroe Hutchen que cumpre prisão perpétua é o campeão de boxe invicto da prisão por 10 anos, desde quando chegou lá. Seus rivais sempre são detentos de outras penitenciárias o que configura uma espécie de torneio interprisões. A cada 6 meses Monroe defende seu título.

Sony Liston aprendeu a boxear na prisão.

Na história do boxe, há relatos de alguns campeões que tiveram seu primeiro contato com o boxe enquanto cumpriam suas penas na cadeia, e vendo que tinham potencial até chegaram a receber a liberdade condicional para se profissionalizarem: são os casos de Sony Liston, que foi campeão dos Pesados na década de 60, perdendo o título para Muhammad Ali e Dwight Muhammad Qawi, que foi campeão da categoria dos Cruzadores e fez uma luta inesquecível contra Evander Holyfield.

Gostou? Compartilhe com os amigos!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Rolar para cima

Utilizamos cookies para lhe assegurar uma melhor experiência em nosso site. Ao continuar, você declara aceitar a Política de Privacidade e os Termos de Uso.