Livro

RESENHA DO LIVRO HOLYFIELD: A luta DE UM CAMPEÃO

Autor / Diretor / Produtor: EVANDER HOLYFIELD / BERNARD HOLYFIELD
Ano de Lançamento: 1996
Uma biografia que merece muito ser lida, independente de ser fã de Evander ou não.

NOTA

8,5
Antonio Carlos Novais

NOTA

8,5

Uma rara biografia de um dos grandes pesos pesados que reinou na época dourada dos anos noventa foi lançada aqui no Brasil. Além do “Real Deal”, há disponível também o livro do Big George (que já resenhei aqui) e a do Iron Mike Tyson.

Nesse “A luta de um campeão”, conhecemos a vida de Evander narrado por seu irmão que era um ano mais velho dele, e assim sendo cresceram como melhores amigos. 

Toda a família de Holyfield foi criada sob uma sólida base cristã, e então no decorrer da narrativa, os acontecimentos quase sempre são endossados por algum princípio cristão, e seu irmão faz a ressalva que a maioria dos discursos pós luta de Holyfield se iniciam com o Real Deal louvando e glorificando Jesus Cristo. Não à toa, que a tônica do livro se baseia no fato de que por Holyfield ter crescido como um bom moço comportado e cristão, surgiram muitas críticas e até desencorajamentos para que não prosseguisse na carreira de boxeador, já que ele não apresentava o estereótipo de homem durão. E na realidade a grande paixão esportiva de Holyfield a princípio foi o futebol americano, mas justamente por sua baixa estatura e estrutura considerada franzina ele acabou não recebendo as oportunidades que achava que merecia, e assim no final da adolescência resolve focar no boxe, esporte que também já praticava desde a puberdade.

É bem interessante ler sua trajetória na carreira amadora, a disputa das olimpíadas e a polêmica que o fez perder a medalha de ouro, foi nessa época também que conheceu e realizou uma sessão “amigável” de sparring com um certo boxeador que seria sua obsessão no profissional: um certo Mike Tyson.

O relato prossegue com a profissionalização de Evander, sua carreira na categoria dos cruzadores e a transição para os pesos-pesados. A emocionante luta com George Foreman, e seus embates também históricos com Riddick Bowe.

Para a minha tristeza, o livro não relata os confrontos com Tyson. O relato vai até a luta dele com Michael Moorer. 

Uma leitura bem agradável, apesar de que em muitos momentos o irmão de Evander force um pouco a barra na tentativa de mostrar um Evander quase sem defeitos, e que quando erra sempre há uma justificativa extremamente plausível, que quase faz com que nos compadecêssemos de Holyfield, achei desnecessário, talvez fosse mais honesto e “cristão” simplesmente reconhecer que todos erram justamente porque somos criaturas extremamente imperfeitas. Isso faz com que o livro assuma um tom muito sério, muito dramático, se opondo totalmente ao do Big George, que é uma leitura leve e bem descontraída. Mas críticas à parte, gostei muito de ter lido esse livro. E como disse no início do texto, uma rara biografia de um notável boxeador lançado em nosso país, tão carente de obras do tipo. Recomendo fortemente.

Gostou? Compartilhe com os amigos!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Rolar para cima

Utilizamos cookies para lhe assegurar uma melhor experiência em nosso site. Ao continuar, você declara aceitar a Política de Privacidade e os Termos de Uso.